Archive for Abril 21, 2014

Sem rumo?!

E quando me vejo perdida, sem rumo, sem direção, meu Pai vem, me pega em Seus braços, me mostra claramente que está comigo, Ele conversa comigo… E pronto.

O que antes era choro de dor, de dúvidas, de anseios, de ilusão, se transforma em choro e riso de alegria, de contentamento, de esperança, de completude. Será que eu mereço tanto?! E por que eu mereço tanto? Todo esse zelo, esse cuidado, esse amor sem medidas, essa calmaria, essa paz.

Obrigada meu Pai, por se fazer tão presente, mesmo às vezes eu tão ausente. Obrigada por me escolher e me fazer desse jeito; que eu sempre tenha o discernimento de pensar, refletir, mudar.

Em passos lentos vou caminhando e seguindo no meu tempo, na minha velocidade, no meu e no Seu entendimento e conforme à Sua vontade. 

Anúncios